segunda-feira, 12 de março de 2012

Oretataypy- Presença Mbya Guarani Sul e Sudeste do Brasil



Grata por reencontrar hoje, Rosa Rosado ,Responsável na Secretaria de Direitos Humanos e Lúcia,SATISFAÇÃO! GRATIDÃO!
- Aldeia Paraty Mirim -Rio de Janeiro- Atrás Avó Rezando com Petynguá -Grandes Bençãos!!
OPY- CASA DE REZA...Aos poucos ao entardecer..Vamos chegando..O Pajé-Txeramoin começa com os cantos, todo mundo calmo,em silencio, as mulheres, as avós, com Takuapú-Taquara, batendo ao chão..cantando...assim vamos rezando...









(Armadilhas) Monde
XIVI -ONÇA

Iporã Eté Aguyjevete ore ru Ñamandu!!!Ñanderu,Tupã!!


Maitei, che oñopehenguenguéra !!Aguyjevete hína ñande ypykuéra, ñande sy, ñande ru.. Hese, ñaime ko'ápe, ha ko'ángaite, upeicharamo, ñande mandu'a va'erã akói hese!Che mandu'ase ñane mitãmíre avei ... Ha'e ñande ko'etî... ha'e omoheñoi ha ombohory ñane ko'etî
Aipotaite ñaime oñondive, ñande rete ha ñande ánga,

Aipotaite ñaime oñondive, ñande rete, ãnde ánga ha ñande py'a, ha ñaimeva'erã!! Che peêicha, ha Peê cheicha!! Che, nde, ñande ko opa yvyporaicha..

Ñande ko Ñande Ru rembiapokue, upevarehe, ñande pehegue.. Ñañopytyvõva'erã oñondive

Hoje,dia 12/03/2012 quero aqui reforçar minha particular alegria que desejo COMPARTILHAR com vocês!

Fui disfrutar da BELA EXPOSIÇÃO MBYA GUARANI NO MUSEU DA UFRGS.Não havia tido a oportunidade de estar com a calma e reverência que merece e "HOJE",com estas bençãos deste LINDO AMANHECER, ali fui!
Parabenizamos a secretaria de Direitos Humanos, a Universidade Federal, apoios recebidos diretos e indiretos,de todos que se envolveram em fazer acontecer!
Logo quando se entra,se sente a energia e o Modo de SER GUARANI (Ñanderekó Marangatu) que nos contagia e ABENÇOA. A Cada imagem Fotográficaou em painéis móveis,cada objeto(esculturas), aleitura dos nossos Avós se faz presenteeas Crianças abraçam UM NOVO AMANHECER!
Me emocionei demais! O cenário criado, esta traduzindo com harmonia, beleza, e pureza de SER Mbya, com uma fidelidade em detalhes e honrando aos Avós, aos Ancestrais, as Crianças(Kringués), á CRIAÇÃO que nos gerou e a qual pertencemos.. Logo na entrada, um grande painel passando no telão,imagens da Mata, da Aldeia, das Àguas, cascatas que me fizeram de verdade "sentir-me em casa"..
Quantas saudades senti, e sinto! Sinceramente é muito delicado viver "distante" da Aldeia(Nunca ausente de Coração e Espírito,claro).
No meu caso, que retomei este convívio em Aldeia, já adulta, e reuni muito tempo no centro urbano,tendo nascido aqui, na "selva de pedra", mas mesmo assim, jamais deixei de SER e sentir o Modo GUARANI de SE VIVERe busco cada dia que passa, estar mais e mais, nesta trilha..enfrentando desafios que cada um sabe,faz parte , porque ñanderu sabe o porque cada um esta onde tem que estar,e cada um sente igualmente seu caminhar..
A Exposição me fez ir além..Me levou para Aldeia ..escutando aos Avós, logo cedo, junto ao fogo, rezando com Petyngua, andando pela Mata, escutando aos Ancestrais..


Também me fez estar na Opy (Casa de Reza), literalmente "REZANDO", escutando Txeramoin,Txai..sentindo e ali escutando "vocês"..TODOS!
Por onde andava,os bichinhos me acompanhavam,e ascrianças cantavameos "olhares" e ESPIRITOANCESTRAL ALI ABENÇOAVAM aquele momento mais que SAGRADO para mim!
Quem ainda não foi a exposição, ainda há tempo! Até 1/06/2012 estará no MUSEU DA UNIVERSIDADE FEDERAL.
VALE CONFERIR!!!

Aqui registramos alguns deste momentos SAGRADOS QUE AQUI AGRADECEMOS!!
Iporã Eté Aguyjevete!!

3 comentários:

  1. Maitei!! Añe'êta che angirû, ha pehengue guarã Aguyjevete hína ñande ypykuéra, ñande sy, ñande ru.. Hese, ñaime ko'ápe, ha ko'ángaite, upeicharamo, ñande mandu'a va'erã akói hese!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. As fotos foram tiradas de um celular, portanto não tem boa resolução,mas creio que conseguimos passar o que SENTIMOS. Agradecendo aos nossos Avós, Ancestrais e Todos que apoiaram e apóiam sempre em valorizar a Cultura Tradicional,Mbya Guarani e Todas as Culturas.

    ResponderExcluir